MBA

Esses são títulos essenciais para quem está fazendo pós-graduação em negócios, estão sendo lidos nos cursos de MBA das mais importantes universidades.

Como chegar ao sim.
Roger Fisher / William Ury / Bruce Patton

Imagem: Estante Virtual

Explica a estrutura do processo de negociação, desde das bases emocionais, até os números e a lógica.

O sinal e o ruído.
Nate Silver

Imagem: Estante Virtual

Explica como enxergar um sinal verdadeiro no meio do barulho – e como diferenciar previsões confiantes de previsões corretas.

Um novo jeito de trabalhar.
Laslo Bock

Imagem: Estante Virtual

Alguns princípios que ajudam a explicar porque o Google é consistentemente considerado um dos melhores lugares para trabalhar.

O investidor inteligente.
Benjamin Graham

Imagem: Estante Virtual

Guia principal para todos aqueles que querem se tornar investidores de sucesso.

Rápido e Devagar, duas formas de pensar.
Daniel Kahneman

Imagem: Estante Virtual

O livro explica como o cérebro humano processa informações, mostrando como pensamos e tomamos nossas decisões.

Os ensaios de Warren Buffet: lições para investidores e administradores.
Warren Buffet

Imagem: Estante Virtual

Como dominar o mercado financeiro.

A estratégia competitiva desmistificada.
Bruce Greenwald & Judd Kahn

Imagem: Estante Virtual

Cases de sucesso, mostra como as empresas devem se posicionar para obter lucro, até mesmo quando está com prejuízo.

Imagem:pixabay.com

Livros recomendados pelos professores de Harvard para serem lidos:

Imagem: Amazon.com

“Anna Karenina”, de Liev Tolstoi – professora de história econômica Cáudia Goldin.

Imagem: Amazon.com

“Teoria dos Sentimentos Morais”, Adam Smith – professor de economia Eric Maskin, ganhador do Nobel de 2007.

Imagem: Amazon.com

“The Internationalist”, de Oona Hathaway e Scott Shapiro – professor  de psicologia Steve Pinlker.

Imagem: livariasaraiva.com.br

“Just Mercy”, de Bryan Stevenson – professor de literatura inglesa Stephen Greenblatt (vencedor do Pulitzer).

Imagem: Amazon.com

“Robot-Proof: Higher Education in the Age of Artificial Intelligence”, de Joseph Aoun – professor de química orgânica e vencedor do Nobel em 1990 EJ  Corey.

 

Imagem: pixabay.com

Os 50 melhores livros do mundo:

Conforme a revista Bula (revistabula.com)  são eles:

1 — Dom Quixote, Miguel de Cervantes, 1605

2 — Guerra e Paz, Liev Tolstói, 1869

3 — A Montanha Mágica, Thomas Mann, 1924

4 — Cem Anos de Solidão, Gabriel García Márquez, 1967

5 — Ulisses, James Joyce, 1922

6 — Em Busca do Tempo Perdido, Marcel Proust, 1913

7 — A Divina Comédia, Dante Alighieri, 1321

8 — O Homem sem Qualidades, Robert Musil, 1930-1943

9 — O Processo, Franz Kafka, 1925

10 — O Som e a Fúria, William Faulkner, 1929

11 — Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski, 1866

12 — Orgulho e Preconceito, Jane Austen, 1813

13 — Anna Kariênina, Liev Tolstói, 1877

14 — Grande Sertão: Veredas, Guimarães Rosa, 1956

15 — O Leopardo, Tomaso di Lampedusa, 1958

16 — Édipo Rei, Sófocles, 427 a.c.

17 — 1984, George Orwell, 1949

18 — O Castelo, Franz Kafka, 1926

19 — As Asas da Pomba, Henry James, 1902

20 — Ilíada e Odisseia, Homero, século 8 a.c.

21 — A Vida e as Opiniões do Cavalheiro Tristram Shandy, Laurence Sterne, 1759

22 — Doutor Fausto, Thomas Mann, 1947

23 — Lolita, Vladímir Nabókov, 1955

24 — Enquanto Agonizo, William Faulkner, 1930

25 — A Morte de Virgílio, Hermann Broch, 1945

26 — Os Lusíadas, Luís de Camões, 1572

27 — O Homem Invisível, Ralph Ellison, 1952

28 — Hamlet, William Shakespeare, 1603

29 — Finnegans Wake, James Joyce, 1939

30 — Rumo ao Farol, Virginia Woolf, 1927

31 — Pedro Páramo, Juan Rulfo, 1955

32 — As Três Irmãs, Anton Tchekhov, 1901

33 — Pais e Filhos, de Ivan Turguêniev, 1862

34 — Contos da Cantuária, Geoffrey Chaucer, século 15

35 — As Viagens de Gulliver, Jonathan Swift, 1726

36 — Folhas de Relva, Walt Whitman, 1855

37 — Middlemarch, George Eliot, 1874

38 — O Apanhador no Campo de Centeio, J. D. Salinger, 1951

39 — O Lobo da Estepe, Herman Hesse, 1927

40 — O Grande Gatsby, Scott Fitzgerald, 1925

41 — A Peste, Albert Camus, 1947

42 — O Mestre e Margarida, Mikhail Bulgákov, 1940

43 — As Vinhas da Ira, John Steinbeck, 1939

44 — Memórias de Adriano, Marguerite Yourcenar, 1951

45 — Paralelo 42, John dos Passos, 1930

46 — Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley, 1932

47 — O Jogo da Amarelinha, Julio Cortázar, 1963

48 — A Náusea, Jean-Paul Sartre, 1938

49 — A Invenção de Morel, Adolfo Bioy Casares, 1940

50 — Memorial do Convento, José Saramago, 1982.

WhatsApp Fale no WhatsApp